sexta-feira, 3 de junho de 2016

ENSINANDO ÀS CRIANÇAS SOBRE OFERTAR


 As crianças também podem ofertar e devem ser ensinadas sobre esse assunto.

Aproveite os períodos reservados para a oferta (nos cultos ou na Escola Bíblica e ajude-as a descobrirem como agradar ao Senhor com as suas ofertas).

De maneira simples e clara, com criatividade e dinamismo trabalhe com elas os seguintes conteúdos:

O QUE É OFERTAR?

Fale às crianças que Ofertar é uma forma de adorar a Deus por sua bondade e fidelidade. (Salmo 116.12)

 PORQUE OFERTAR? 

Explique às crianças que as ofertas servem para o sustento da Obra de Deus e dos seus obreiros; para realizar a obra de evangelização, assistência social e suprimento diário da sua congregação (igreja). (1 Timóteo 5.17,18; 1 Coríntios 9.7-14)

O QUE OFERTAR?

Ensine às crianças que a primeira oferta que devem dar ao Senhor são suas próprias vidas. Elas também poderão ofertar seu tempo, seu amor, suas orações, seu dinheiro ou outro s bens materiais. (Salmo 31.5; Salmo 37.5)

COMO OFERTAR?

As crianças precisam compreender que para ofertar elas precisam estar com seus corações cheios de amor e sinceridade; que a oferta que agrada ao Senhor Jesus é aquela que é dada com alegria. (2 Coríntios 9.7; 1 Crônicas 29.9; Êxodo 35.5)

ONDE OFERTAR?

Com base na Palavra de Deus, instrua às crianças quanto ao lugar que devem depositar as suas ofertas em dinheiro ou bens materiais. Segundo Malaquias 3.10; Neemias 10.31, o lugar onde devemos depositar esse tipo de oferta é na congregação (templo, igreja).

QUANDO OFERTAR? 

Informe às crianças que assim que pensarem ou sentirem vontade de ofertar e se a oferta já estiver disponível que elas ofertem logo – “no primeiro dia da semana”. (1 Coríntios 16.1-2)

PROMESSAS DE DEUS PARA OS QUE OFERTAM COM ALEGRIA

Prosperidade e bênçãos (Provérbios 3.10; Malaquias 3.10)
Colherá com abundância (2 Coríntios 9.6; Hebreus 13.16)
É bem aventurado e o devorador é repreendido (Malaquias 3.8-12)
No Céu também será recompensado (Mateus 6.4)

Produção Taty Amaral

Nenhum comentário: